Área Restita a Clientes

Novo Telefone

Informativos

IBOPE projeta a existência de 62,3 MILHÕES de internautas no BRASIL

O número de usuários ativos da internet residencial no Brasil chegou a 25,5 milhões em março de 2009, um crescimento de 12% sobre o mesmo mês do ano passado. Mas números podem chegar a 62,3 milhões considerando outras formas de acesso, segundo a consultoria Ibope Nielsen Online. O número de brasileiros com computadores conectados à internet em casa chegou a 38,2 milhões.

Como nessas estatísticas o Ibope considera apenas os acessos residenciais, os números de pessoas conectadas à internet no país é ainda maior. Na mesma pesquisa a instituição projeta a existência de 62,3 milhões de internautas brasileiros, considerando o número de pessoas com linhas de telefone fixo ou móvel, que podem acessar a web em qualquer ambiente (residências, trabalho, escolas, lan-houses, bibliotecas, telecentros).

A pesquisa aponta também um aumento na média de permanência online do brasileiro para a marca de 26 horas e 15 minutos. Para o Ibope, o avanço da banda larga no país foi a principal causa desse aumento.
A substituição da linha discada pela banda larga vem sendo a principal responsável pelo aumento do uso da internet em residências no início de 2009 - explicou José Calazans, analista de Mídia do IBOPE Nielsen Online.
Navegaram por meio de banda larga em março 88% dos usuários ativos, ou 22,3 milhões de pessoas, crescimento de 22% sobre março de 2008. A quantidade de pessoas que se conectam com linha discada, que se mantinha em torno de 4 milhões por mês nos últimos dois anos, caiu para 3,2 milhões em março.

O tempo de navegação por pessoa atingiu a marca inédita de 26 horas e 15 minutos, crescimento de 18% no mês e de 10% em relação a março de 2008. Os países que mais se aproximaram do Brasil em tempo individual de navegação foram o Reino Unido, com 25 horas, a França, com 24 horas, e a Alemanha, com 23 horas e 53 minutos por pessoa.
Em março, o internauta brasileiro com linha discada navegou por um tempo de 17 horas e 11 minutos e o usuário de banda larga somou 27 horas e 28 minutos de navegação.

As categorias com maior crescimento no mês de março foram "Ocasiões Especiais", com aumento de 35%, "Governo", com 19%, "Automóveis", com 16%, além de "Casa e Moda", "Finanças e Investimentos" e "Educação e Carreiras", que registraram 15% de crescimento mensal. Também cresceu a procura por sites de esportes, de pesquisa escolar e de vídeos.

Na comparação com março de 2008, cresceram mais as categorias "Informações Corporativas", com evolução de 33%, "Viagens e Turismo", com 28%, e "Comércio Eletrônico", com 21%.


Fonte: Oglobo.com / 06 de Maio de 2009

Imprimir

Mais Informativos

Indique para um amigo

Voltar
 
 
Página Inicial - TECNOIG - Informativos - Soluções - Igreja - Cliente - Orçamento - Fale Conosco


©2007 Conheça a TECNOIG